Leitor
Café beira rio 2

16 instituições foram escolhidas entre 21 concorrentes. Expectativa é de que 1.253 pessoas sejam beneficiadas diretamente

O Instituto Yamana de Desenvolvimento Socioambiental, responsável pela gestão e desenvolvimento de programas de responsabilidade socioambiental da Yamana Gold, encerrou, no final de novembro, o processo de escolha das iniciativas que serão apoiadas em 2018 pelo projeto Seminário de Parcerias. A verba contemplada para o projeto no próximo ano é de R$ 121 mil.

Realizado há 10 anos em Jacobina, o Seminário de Parcerias já contemplou 127 projetos. Para 2018, foram escolhidas 16 instituições, sendo seis iniciativas de assistência social, uma de educação e nove de geração de renda. A expectativa é de que 1.253 pessoas sejam beneficiadas diretamente. “A cada ano, percebemos um maior interesse das instituições no projeto, mas queremos aumentar ainda mais esse número, beneficiando cada vez mais instituições. A gente acredita que ao investir na sustentabilidade, na geração de emprego e renda e na educação estaremos contribuindo para transformar a vida da comunidade”, destaca a analista de comunidades da Jacobina Mineração e Comércio (JMC), Isadora Souza.

Um dos projetos selecionados para 2018 é o da Associação de Produtores de Leite do Paraíso, que trabalha pela melhoria das condições de vida dos produtores de leite, com foco na diversificação das fontes de renda e da produção familiar e economia solidária. A associação solicitou verba para a aquisição de uma plantadeira adubadeira de quatro linhas para produção agrícola. “Com o equipamento, a associação vai colocar em ação um projeto de geração de emprego e renda que envolve o plantio de feijão, soja, milho, sorgo e outras culturas, não apenas focadas na alimentação animal, mas também humana”, conta o tesoureiro da associação, João Carlos Araújo.

Esta é a terceira vez que a associação participa do Seminário de Parcerias e em todas elas seus projetos foram aprovados. “No primeiro ano compramos uma moto para transporte de leite e no ano passado compramos uma coletora de silagem. Esses equipamentos melhoraram muito a vida na região. Além do nosso uso, disponibilizamos os equipamentos para outros produtores rurais da região porque a gente acredita que assim estamos contribuindo para toda a região”, conta Araújo.

Para ele, o Seminário de Parcerias da Yamana é uma das poucas alternativas para o desenvolvimento urbano e rural da região. “A JMC se tornou uma parceira importante, que nos dá oportunidade de mudar vidas. Com a parceria da Yamana Gold estamos conseguindo, aos poucos, mudar a realidade do campo, reduzindo o êxodo rural, chamando os jovens para a vida no campo e fazendo da roça um lugar bom para trabalhar e cheio de oportunidades”, completa.

Outro projeto contemplado é da Associação dos Moradores do Jacobina II, que trabalha pela defesa de direitos sociais. A instituição pleiteou a aquisição de uma cobertura metálica para a cantina da associação, construída neste ano com recursos obtidos na edição passada do Seminário de Parcerias.

Segundo a presidente da associação, Maria José dos Santos Ferreira, o Seminário de Parcerias tem ajudado a comunidade de Jacobina em iniciativas fundamentais de integração social. “Por meio do projeto já conseguimos a cantina, que a comunidade pedia há tempos. E como no local nós costumamos promover atividades de lazer e saúde, como aulas de dança, capoeira, além de eventos e feiras de artesanato, a comunidade solicitou por meio de uma consulta popular a cobertura da área, de modo que melhore as condições do local, principalmente em dias de sol forte e chuvas”, destaca.

Agora, poderemos realizar ainda mais eventos culturais e de geração de negócios, o que vai beneficiar muitas famílias”, finaliza.

Sobre o Instituto Yamana de Desenvolvimento Socioambiental

Criado em 2012 pela Yamana, o Instituto Yamana de Desenvolvimento Socioambiental tem como objetivo principal promover o desenvolvimento nas regiões onde atua por meio de iniciativas educacionais, sociais, ambientais e culturais, contribuindo para o desenvolvimento local por meio de ações, projetos e programas específicos, respeitando a diversidade cultural e características locais.

O Instituto Yamana é o responsável pela gestão e desenvolvimento dos programas de responsabilidade socioambiental da companhia e o faz por meio de parcerias com instituições para estimular pesquisas, incentivando ainda o conceito de voluntariado, a ética, cidadania e a democracia.