Café beira rio 2
Leitor

Na noite desta quinta-feira, (23), a maior casa de espetáculos da Bahia, o memorável Teatro Castro Alves deu espaço pra que a voz das mulheres pudesse ser ouvida. O dia 20 de Novembro é uma data marcante, que não se limita à lembrança da morte de Zumbi dos Palmares, mas também remete à luta contra o racismo. Pautada no desejo pelo fim das práticas racistas e também a luta contra o racismo.

O TCA recebeu nesta noite, a II Edição do Mulher com a Palavra, que é um projeto da Secretaria Estadual de Políticas para Mulheres e recebeu como convidada a atriz global, Camila Pitanga.

O Prefeito de Jacobina Luciano Pinheiro, juntamente com a primeira-dama e Secretária da Assistência Social, Aline Pinheiro e parte da equipe da Secretaria Municipal da Assistência Social estiveram presentes no evento. Para Aline, o evento é um chamamento ao dever do homem e da mulher enquanto cidadãos, e também alerta a sociedade para problemas que estão diante dos nossos olhos. “Infelizmente ainda convivemos com dois problemas que causam dor e medo a todos nós, o racismo, que só de pensar, que ainda convivemos com tal preconceito no século XXI, já demonstra o quanto precisamos avançar em conscientização, e o machismo que ameaça, leva temor e infelizmente mata. Este momento de reflexão é também um momento de alerta” disse Aline

Segundo o Prefeito Luciano, Jacobina tem dado uma lição no que diz respeito a tais práticas, porém não podemos achar que já vencemos a guerra contra o racismo e o machismo. “Hoje temos o CRAM em nosso município, que é um Centro de acolhimento e encaminhamento dos problemas vividos por mulheres em situação de violência.Jacobina chegou a figurar entre as 300 cidades do país violência contra a mulher, com uma média de 4 casos registrados por dia e o trabalho do CRAM já vem mudando está triste realidade, o racismo, é um mal que às vezes ataca de forma velada e camuflada e que também precisa ser combatido, o dia da consciência negra não é apenas dia 20 de Novembro, se faz necessário ser lembrado todos os dias pra que atrocidades não voltem a se repetir e os números de violência contra pessoas negras em nosso país ainda demonstram que precisamos avançar e educar nossa sociedade” disse o Prefeito Luciano ( ASCOM/PMJ)