Café beira rio 2
Leitor

Uma reunião ocorrida na tarde de segunda-feira (7), no Teatro Castro Alves, em Salvador, marcou o início de uma parceria promissora entre a Orquestra Sinfônica da Bahia (Osba) e o projeto “Arte de Tocar”, que promove a formação de mais de 100 jovens em Jacobina. Intermediada pelo deputado estadual Marcelino Galo (PT), a reunião contou também com a presença do regente titular e Diretor Artístico da Orquestra Sinfônica da Bahia (Osba), maestro Carlos Prazeres, o coordenador artístico da Osba, Aníbal Porto, e o coordenador do projeto “Arte de Tocar”, o maestro Jal Nunes, de Jacobina.

“O maestro Jal Nunes desenvolve um trabalho fantástico em Jacobina, revelando talentos antes ocultos pela falta de oportunidade e fomentando a arte e a cultura. Por sua vez, o maestro Carlos Prazeres, da Osba, tem a sensibilidade de entender o quanto esta orquestra pode contribuir tanto na formação de novos talentos quanto na promoção desta linguagem artística no interior do estado da Bahia. Portanto, o que discutimos é o estabelecimento de parcerias que ajudem o projeto “Arte de Tocar” e, ao mesmo tempo, fortaleçam a presença da Osba no interior do estado, neste caso, em Jacobina”, afirmou Marcelino Galo.

"A gente vai fazer de tudo para promover inúmeras parcerias institucionais, ajudar e aprender também com o maestro Jal e o trabalho lindo que ele faz em Jacobina", frisou Prazeres. "Agradeço ao deputado Marcelino Galo por fazer essa ponte e dizer que a contribuição que a OSBA vai dar para a cultura da Bahia vai ser de grande importância para o crescimento da música e Jacobina vai ficar linsojeada em recebê-lo", pontuou Jal Nunes.

Assista o vídeo aqui https://goo.gl/v9Mb89