Leitor
Café beira rio 2

Recebendo uma revista muito colorida da prefeitura de Jacobina, me veio logo uma lembrança. No início do governo Rui, correu pela cidade um boato rezando que o prefeito tinha contratado uma clínica médica para receber os pacientes de Jacobina. Por essa época eu tive uma gripe muito forte e como não conseguia dormir, altas horas, fui ao HATS, logo fui atendido e a médica me ofereceu uma viagem a Feira de Santana, era tudo grátis, por conta da prefeitura, me deu uns papéis, assinei, carimbei e de madrugada viajei com mais cinco num carro alugado pela prefeitura. Um carro novo. Chegando em feira, eu pensei que íamos todos pra uma clínica, kkkkk, puro engano; o carro começou a andar pelos subúrbios da cidade procurando PSF onde nossas consultas seriam feitas,kkkkkk, foi um desatre, ninguém foi atendido, no primeiro o médico tinha faltado, no segundo a consulta não tinha sido marcada, no terceiro, o médico estava de férias e por aí foi. No meu caso me levaram para o Hospital Clériston Andrade, minha consulta seria exatamente as 12:00 h. Humilde, como qualquer usuário do sistema SUS, fiz minha ficha e me sentei a espera do médico Pneumologista. Baratas corriam pelo salão, a sujeira era de fazer vergonha, baratas mortas e vivas estavam a espera do cliente logo na chegada, no portão da rua, as atendentes, despreparadas e mal educadas, o médico que tinha horário pra 12:00 h, chegou quase 16:00 h, o carro já queria voltar, peguei meus papéis, depois de uma longa discussão e vim embora. kkkkkkkk, nesse dia ninguém foi atendido e eu fiquei sabendo que não existia clínica nenhuma, Foi apenas um boato.

Vital é comerciante em Jacobina